Se não souberem, perguntem a quem sabe e, especialmente, a quem faz

2015.05.30
As imagens falam por si. E demonstram que foi preciso a intervenção da Junta de Freguesia de Atouguia da Baleia, a quem, eventualmente, também competirá fazer, mas, tendo em conta que o "trabalho" foi sempre prometido e adiado, constantemente, pela Câmara, fica o meu abraço e agradecimento à Junta, aos seus trabalhadores, em especial, e ao seu Presidente, em particular.

Aliás, há dias um amigo, chamado Carlos Tiago, publicou um post (in PTMS) onde usou uma expressão que aqui aplico, respeitando as distintas distâncias entre os assuntos, mas que uso por considerar que ambas vão no mesmo sentido e é dirigida aos mesmos destinatários: "se não souberem, perguntem a quem sabe".

Este trabalho - ainda por concluir, julgo -  foi feito pela Junta,  que não haja dúvidas e para que não usem estas imagens para mostrar obras de outros. 
2015.05.30

Outros que aqui podem ser incluídos, como tendo lutado pela sua realização, são os diretos interessados e alguns membros da Câmara (especialmente do PS e com acordo do PSD) - a quem naturalmente se exige empenho e que o fizeram com rigor, pelo que ficamos gratos pela sua atuação - que, além deste, levaram à discussão muitas obras que, se calhar, vão acabar por ser empurradas para serem feitas a expensas próprias da junta, quer em termos de meios materiais, quer pessoais.

2015.05.30
Ora bem, em 6 de outubro de 2013 escrevi, aqui, um texto intitulado de «Amigos, amigos, facebook à parte», que no fundo fala do facto de ter sido banido da lista de alguns "amigos" só porque não comungo dos mesmos ideais políticos, porque discordei de algumas das suas decisões, porque fui direto, sem rodeios, sem dar a chamada graxa ao cágado.

Esses banimentos foram feitos na sequência de um comentário no post do facebook, por ter chamado publicidade eleitoralista e a segunda, que aqui mais releva, foi depois de ter feito uma dedicatória, eu sei que foi em tom irónico, mas fi-lo consciente e com o direito que a democracia me concede. 

Nesse post, que aqui mostro a imagem, 

2013.12.24
deixei o seguinte texto original (24 de Dezembro de 2013 às 17:24):
«Aproveito para desejar umas Boas Festas aos eleitos da Câmara Municipal de Peniche, em especial ao Sr. Presidente António José Correia, e ao Vice, Jorge Amador, pelas promessas na resolução do problema e que ainda, compreendo, não tiveram tempo para o fazer. 
Por isso, aproveito a época em que estamos mais sensíveis aos problemas dos outros para pedir uma prendinha, já que sou contribuinte e que pago o IMI, etc..., que façam o favor de emprestar um barco para podermos entrar nas nossas casas, pois quando chove estas ficam quase sem acesso.»
Depois, face à remoção dos identificados, republiquei, com o seguinte texto (28 de Dezembro de 2013 às 10:30):
«Quando publiquei pela primeira vez, identifiquei a CMP e o presidente. Quero crer que foi o Facebook que os "desidentificou" e que os removeu de meus amigos. Não acredito que tenham sido os próprios... ou terão sido?
Se foram, então é o "regime", pois já antes outros, que nunca comparei com estes, já o haviam feito. Boas Festas!
Ah... e venha o barco que vai chover
Este post quer apenas mostrar que, independentemente de ideologias político-partidárias, criticando, comentando, aplaudindo, apupando ou agradecendo, conforme se aplique, a minha postura em nada altera quem sou e o que quero da vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Por opção pessoal, o exercício da liberdade de expressão é total nas caixas de comentários abertas ao público, disponibilizadas no meu blogue, estando apenas vedadas, e a partir desta data, aos anónimos, pois como se trata de um blogue pessoal entendo que não faz sentido que não se saiba quem gosta ou não das minhas publicações.

2013.02.07