Apaguem as luzes e liguem a rega: vem aí o campeão!

Imagem Carlos Ademar
De forma sincera, acho que o Benfica merece ser o campeão desta época. Se bem que sei que vou ter que aturar muitos dos meus amigos que durante dias vão andar em festa mas, se for justo, que seja o Benfica, já que o meu Sporting este ano fez um ano sabático. 

O Benfica, para mim, é, sem dúvida, a melhor equipa, a mais regular e aquela que pratica, na atualidade, um futebol atraente e empolgante.

Mas ainda bem que não percebo nada de futebol. Não sei o que é criar pressão sobre a arbitragem, nem o que são as técnicas chamadas de mind games.

Pedro Proença, Imagem Expresso
(Final da Liga dos Campeões 2012)
Hoje, depois de ver tanta coisa partilhada pelo facebook, sobre o árbitro designado para o jogo, não quis deixar de tentar perceber quem era o senhor e vi que realmente é de “desconfiar”. 

Pedro Proença foi só o árbitro que apitou a final da Liga dos Campeões em 2012 (Bayern de Munique/Chelsea, na Arena de Munique, na Alemanha) e a final do Euro'2012, entre a Espanha e a Itália), portanto deve ser muito mau árbitro. 

Iniciados do Sporting, Andebol
(ao meio Pedro Proença)
imagem Sporting Apoio
Para ajudar a “provar” essa sua incompetência, Pedro Proença foi hoje nomeado pela FIFA para a Taça das Confederações, que se disputa, em junho, no Brasil. 

É bom lembrar que o próprio Pedro Proença, que jogou andebol no Benfica e Sporting, disse, em entrevista ao Record, que foi “honesto e disse que era benfiquista”. 

Rui Gomes da Silva, vice-presidente da Direção Benfica e vogal do Conselho de Administração da respectiva SAD, comentador do programa desportivo O Dia Seguinte (SIC Notícias), onde representa o seu clube, se calhar até tem dotes de bruxo, mas esta “coisa” não deixa de ser algo estranha… enfim!
Rui Gomes da Silva, qual Luís de Matos
(Imagem SIC Notícias)
Faço votos que ganhe o melhor e que se esqueçam que o árbitro esteve em campo. Mas, caso o árbitro, como um comum mortal, erre a favor do Benfica não se esqueçam de agradecer. E, independentemente do resultado final, se a arbitragem for isenta, como se espera e deseja, era bom ver alguém dar-lhe os parabéns.

Convenhamos que, com tanta pressão, o difícil vai ser mesmo não errar!

Podiam ter escolhido um tal Capela, talvez não levantasse tantas dúvidas. Era Limpinho, Limpinho, Limpinho.